sábado, 25 de março de 2017

Monumento Nacional ao Imigrante, Caxias do Sul

Caxias do Sul, a segunda maior cidade do Rio Grande do Sul, mantem até hoje laços culturais muito fortes com a cultura de seus fundadores. A cultura italiana é sentida por toda a parte: nas feições do povo, na arquitetura, na gastronomia, nos grupos culturais... Para homenagear os imigrantes que desbravaram a região, ainda nos anos 1950 surgiu a ideia da construção de um Monumento ao Imigrante, que acabou sendo inaugurado em 1954.

Monumento Nacional ao Imigrante, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Uma homenagem aos desbravadores da região, mostra um casal de agricultores com seu filho no colo, observando as terras da cidade. Hoje abriga o Museu da Imigração, com exposições permanentes e temporárias.


Localização

O Monumento está localizado na BR-116, rodovia que cruza o centro urbano de Caxias do Sul, no km 150, bem em frente a uma das principais entradas da cidade, em frente ao acesso à Avenida Júlio de Castilhos.


O Monumento Nacional ao Imigrante

O Monumento, imponente em sua localização, foi construído em bronze, com 4,5 metros de altura, e representa um casal de imigrantes e seu filho bebê - no colo da mulher, observando as terras que foram colonizadas. No caso, o casal observa todo o desenvolvimento de Caxias do Sul, uma vez que em sua posição é possível a vista panorâmica de bairros urbanos da cidade. A ideia das figuras do Monumento Nacional ao Imigrante partiu do escultor Antonio Caringi, e foi escolhida em um concurso, com diversos projetos. Além do casal de imigrantes e seu filho, completa o Monumento um grande obelisco adornado com imagens relativas a posse da terra, a agricultura e a união civil e militar unidas pela fé.
Monumento Nacional ao Imigrante, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Uma homenagem aos desbravadores da região, mostra um casal de agricultores com seu filho no colo, observando as terras da cidade. Hoje abriga o Museu da Imigração, com exposições permanentes e temporárias.


Booking.com

O Museu do Imigrante

No mesmo local, em uma cripta construída abaixo do Monumento Nacional ao Imigrante, existe o Museu do Imigrante. Dedicado não somente à cultura italiana, o espaço é utilizado em exposições permanentes que mostram várias culturas que deixaram suas regiões originais e vieram construir uma vida e um país novo, distantes pelo menos um oceano de sua terra natal.
Monumento Nacional ao Imigrante, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Uma homenagem aos desbravadores da região, mostra um casal de agricultores com seu filho no colo, observando as terras da cidade. Hoje abriga o Museu da Imigração, com exposições permanentes e temporárias.

Com exposições que mostram fotos, utensílios e muitos baners com textos, o Museu do Imigrante apresenta parte das dificuldades e necessidades passadas pelas culturas alemã, italiana, japonesa, dentre outras que vieram trabalhar no Brasil. O Museu apresenta, ainda, mostra fotográfica sobre a construção do Monumento externo, maquete da obra, além de reprodução de documentos, como listas de embarque em navios que partiram da Europa para cá.
Monumento Nacional ao Imigrante, em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Uma homenagem aos desbravadores da região, mostra um casal de agricultores com seu filho no colo, observando as terras da cidade. Hoje abriga o Museu da Imigração, com exposições permanentes e temporárias.

Com relação a exposições temporárias, elas são rotativas e geralmente apresentam trabalhos de artistas da região de Caxias do Sul. Em nossa visita estavam sendo mostradas obras de mulheres caxienses e sua importância no desenvolvimento da cidade.

Serviço:

Monumento Nacional ao Imigrante e Museu do Imigrante
Ingresso: grátis
Estacionamento: sim, grátis
Tempo da visita: em torno de 30 minutos, pode alongar caso alguma excursão esteja visitando o local
Horário de atendimento: de terça-feira a domingo, das 9h às 17h
Guia: sim, há monitores que explicam sobre a história e exposições.

Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Esse museu é interessante.. Eu visitei ele alguns anos atrás. Na mesma temática, também recomendo uma visita ao Museu Nacional de Imigração e Colonização de Joinville. Em Caxias o foco principal é a colonização italiana, em Joinville a Alemã

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Óscar. Já visitei o de Joinville (morei lá por dois anos) e é bem mais completo e focado à colonização alemã.

      Excluir
  2. Como descendente de italiano, é muito legal saber que os traços dos fundadores de uma cidade são guardados e se tornam museus e centros culturais. Por mais lugares assim no Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a proporção de Museus históricos por município é bem pequena. E sem conhecer a história o futuro já fica comprometido!

      Excluir
  3. Não conheço Caxias. Jà cheguei a colocar em rota para o sul umas 3x, mas nunca deu certo!
    Vi essa foto no Instragram e a achei muito linda! O símbolo da família que sofreu muito e veio aqui procurar uma terra segura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana. Um problema de Caxias é que na escolha entre ela e outras cidades da região, as outras costumam atrair mais os viajantes. Mesmo com várias opções de atrativos. Vou mostrar vários por aqui nas próximas semanas!

      Excluir
  4. Adoro a região de Caxias!! Muito legal esse museu, vou incluir na minha próxima visita. Até porque a vinda dos italianos tem tudo a ver com a minha região também, já que sou de Criciúma, que é cheia de imigrantes italianos! Amo saber da história deles! :)

    ResponderExcluir
  5. Dica bacana para quem vai à região! Mega interessada, btw. hahaha
    Com certeza, faria esse combo!

    ResponderExcluir
  6. Que bacana! Não conheço ainda. Mas achei muito interessante! Na minha próxima viagem irei turistar lá. Obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse monumento nem esse museu. Mas parece-me super justo (e apropriado nos dias que correm) uma homenagem aos povos emigrantes que largaram os seus países de origem para tentarem uma vida melhor e contribuirem para a história dos países que os acolheram.

    ResponderExcluir
  8. Nunca visitei a cidade mais adorei suas dicas.

    ResponderExcluir
  9. q interessante, sempre passo por caxias e nunca tinha visto esse monumento!! vou dar uma paradinha na próxima vez!

    ResponderExcluir
  10. BACANA! É bom saber que há sempre algo mais para conhecer por aí...

    ResponderExcluir
  11. Não conheço essa região mas curti o museu! Uma boa dica para quando organizar minha viagem por essas bandas!

    ResponderExcluir